http://www.leigos.boanova.pt/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/375695banner1.jpglink
http://www.leigos.boanova.pt/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/579349banner2.jpglink
http://www.leigos.boanova.pt/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/644325banner3.jpglink
Gabela

(2004-2006) Professores para a Gabela

1.Um pedido de ajuda, um desafio
Este projecto surgiu de um desafio lançado pelos Missionários da Boa Nova, que trabalham em Angola há mais de 30 anos. Da cidade da Gabela (Kuanza Sul) chegava-nos há anos um insistente pedido de ajuda para colocar em correcto funcionamento o ensino de nível secundário (PUNIV) naquela cidade, para que os jovens e adultos daquela zona pudessem prosseguir os seus estudos sem terem de se deslocar para outras cidades a grandes distâncias, normalmente não dispondo de meios financeiros para tal.

2. Dois objectivos a alcançar, um terceiro maior
Depois de estudada a situação, foram definidos os dois objectivos fundamentais do projecto “Professores para a Gabela”:
- Contribuir para a melhoria da qualidade do ensino ministrado na Escola Pré-Universitária (PUNIV) do Amboim;
- Aumentar as vagas existentes nesse nível de ensino (que são muito inferiores à procura), abrindo também o Curso de Ciências Exactas, pois só funcionava o de Ciências Sociais.

Estes dois objectivos desembocam num terceiro ainda mais fundamental e estruturante: a melhoria dos níveis de vida da população local (na educação, cultura, saúde, sociedade civil e democrática, etc.) - é que muitos alunos do PUNIV são professores de outros níveis de ensino, enfermeiros, dirigentes locais, agentes da autoridade ou exercem outras profissões fundamentais no tecido social, para além daqueles que pretendem especificamente vir a candidatar-se ao ensino superior.

3. A esperança de um bom contributo

O projecto iniciou-se em Fevereiro de 2004 e prolongou-se até 2009. Além do aumento de vagas, pretendeu-se que as acções de formação para os professores da referida Escola tivessem um papel preponderante na melhoria do ensino. Afinal, seriam eles a continuar o trabalho no terreno, enquanto que as várias equipas de voluntários irão regressando.

À cidade chegaram livros e outros materiais para o apetrechamento de uma pequena biblioteca e centro de estudo/explicações, onde alunos e professores são apoiados fora do horário escolar normal, tanto a nível das matérias estudadas como no campo da informática e de outras actividades e campos do saber.

4. As actividades e um horizonte maior
As principais actividades foram as seguintes:
- Leccionação de disciplinas da 9.ª à 11.ª classes (PUNIV), especialmente na área de Ciências Exactas;
- Apoio e formação a professores e alunos, fora do horário escolar, em matérias curriculares e extracurriculares;
- Realização de acções de formação para os professores locais;
- Apetrechamento e apoio no funcionamento de uma pequena biblioteca/ centro de estudo.

Mas os voluntários enviados, para além da sua profissão, integraram-se nas actividades pastorais da missão: catequese, grupos de jovens, liturgia, pastoral da criança, direitos humanos, entre outras.

 
 

JavaScript is disabled!
To display this content, you need a JavaScript capable browser.

 
 
 
 
Share